#DICASZEN, Alimentação

Alimentos industrializados: o que evitar ?

Sem dúvidas, os alimentos industrializados são vilões para quem deseja perder peso. Mas os motivos que as pessoas encontram para consumi-los são muitos. 

É a falta de tempo, não gostar de salada, achar os produtos orgânicos caros, etc. Assim, se torna mais rápido e prático optar pelos alimentos industrializados no dia a dia. 

Mas os perigos que eles causam no corpo são enormes. Os aditivos químicos inseridos nos industrializados, como corantes, aromatizantes, adoçantes, conservantes e antioxidante,  podem causar diabetes, obesidade, hipertensão e até câncer.

Mudar esse hábito de consumo, portanto, é um bom ganho para a sua saúde. Mas requer força de vontade e perseverança. 

Você pode começar devagar, eliminando, refrigerantes, doces, pizzas, batatas fritas, ou fazer substituições, de suco de caixa por de fruta natural, ou o cereal matinal por frutas, por exemplo. 

E o que podemos evitar de alimentos industrializados e o que consumir para substituí-los? Para saber, continue neste post. 

Por que evitar os alimentos industrializados?

Como você pode ver, consumir alimentos industrializados dá ao corpo muita composição calórica e pouca nutrição. 

E se virou hábito ingerir estes alimentos, os efeitos, como inflamação e obesidade, são potencializados. O refrigerante, por exemplo, é um dos mais perigosos, pois uma lata da bebida por dia, ao longo de doze meses, resultaria em oito quilos a mais na balança. 

Se a pessoa mais jovem tem esse tipo de alimentação, os danos aparecem mais cedo,  e não apenas na aparência física, mas aspectos psicológicos, como deficiência de concentração, de aprendizado e de memória. 

Essa falta de nutrientes pode provocar, ainda, alterações neurológicas na adolescência, acarretando doenças como: hipertensão, diabetes, alterações articulares e comportamentais.

E o que posso consumir?

É preciso se programar para se alimentar bem. Opte por ter mais legumes, proteínas, carnes e bons carboidratos em sua geladeira. 

Se trabalha fora, prepare ‘marmitas’ evitando o consumo de alimentos indesejados para aquele momento, no horário do almoço. 

No caso dos lanches da tarde, tenha produtos doces sem adição de açúcar industrial. Como 

frutas, oleaginosas como castanhas, nozes e avelãs e frutas secas, que são fáceis de transportar e mais resistentes. 

No café da manhã, consuma frutas, sucos naturais, pães, e alimentos que darão energia para o seu dia. 

Elimine também as comidas prontas congeladas e quando for ao supermercado, opte por comprar alimentos in nature. Uma dica para quando você não tiver tempo é, por exemplo, tire um dia da semana e cozinhe uma quantidade de feijão para uma semana, separe em vasilhas e deixe congelado. 

E nas refeições vale investir em verduras, legumes, grãos e carnes magras como um frango grelhado ou peixes.

Então, eliminar os alimentos industrializados de sua rotina não é difícil, mas pode ser feita aos poucos, buscando substituir por opções mais saudáveis. A sua saúde agradece!

 

Deixe uma resposta