Alimentação, Low Carb, Veganismo

Conheça 4 curiosidades sobre o coco

O coco é uma iguaria muito apreciada pelos brasileiros. Seja de forma natural ou em receitas, é inegável que o sabor atraente combina com diversas ocasiões. 

O fruto do coqueiro tem o tamanho grande e apresenta uma camada externa grossa e fibrosa. dentro de sua última camada, de cor marrom, há um líquido esbranquiçado, conhecido como a água de coco. Ou seja, do coco, tudo é aproveitável!

E não apenas para comer. Seu casco é usado para a fabricação de objetos caseiros, como escovas e tecidos grossos.

Ou seja, o coco é uma verdadeira delícia de verão, que pode ser aproveitada completamente.  

E ele tem diversas curiosidades que valem a pena conhecer. Assim acompanhe abaixo 5 curiosidades sobre o coco. 

Coco vilão

No século 16, era um costume na Europa contar histórias do “coco”, que vem a ser o atual ogro ou bicho-papão, com o objetivo de assustar crianças.

E uma forma de representar o monstro coco eram fantasias, onde  as pessoas usavam o caroço seco da palmeira, de forma redonda e com três poros que serviam de máscara, igualmente retratada em muitos desenhos animados. 

Drupa

O coco é um fruto do tipo drupa. Ou seja, seu interior carnoso e tem um único caroço ou semente,  igualmente a manga e o pêssego

A polpa do coco é conhecida como mesocarpo, porque apresenta uma densidade que permite ao fruto flutuar no mar e, assim, se disseminar por terras distantes. 

Albume

Albume é o nome da substância que origina a água de coco. Ela compõe uma semente líquida. Com o amadurecimento, se torna carnosa. Essa semente carnosa é a parte branca que usamos para fazer doces e retirar óleo.

Origem asiática

Apesar de ter a cara do Brasil, a origem do coqueiro é do sudeste asiático. A planta nativa foi trazida ao nosso país pelos portugueses logo depois do descobrimento

Mas felizmente a palmeira do coco se adaptou bem a solos arenosos e salinos no Brasil, em suas regiões ensolaradas e chuva regular. Por isso a planta é normalmente vista no litoral.

Aproveitamento 100%

Como citamos anteriormente, todas as partes do coco e do coqueiro são aproveitáveis. A parte branca carnosa da semente é comestível, por exemplo, é bastante usada na culinária.

Já a água do interior do coco verde é uma bebida refrescante, que ajuda a hidratar e também em transfusões de sangue. 

Na parte mais tenra do caule do coqueiro é retirado um palmito comestível. Já da parte carnosa, depois de seca, se extrai um óleo. 

As folhas do coqueiro são usadas como cobertura de telhados e no fabrico de cestas. A fibra da planta origina cordas e tapetes, enchimento de estofos, vasos vivos e preparação de placas com resina.

Vem ser Zen!

Onda Zen

 

Deixe um comentário