#DICASZEN, Alimentação, Uncategorized

Propriedades da farinha sem glúten

Quem busca uma alimentação baseada em produtos sem glúten, como a farinha, tem a facilidade de encontrá-los em locais especializados. 

Mas adaptar o produto em receitas que tradicionalmente contém glúten pode ser uma dificuldade para os adeptos das dietas. 

E realmente a tarefa não é fácil. Há vários tipos de farinha sem glúten, e cada uma delas tem proporções indicadas para diferentes receitas. 

O glúten tem a finalidade dar elasticidade às preparações. Para substituí-lo, dois tipos de fibras podem ser usados, que dão maciez aos produtos sem glúten. 

Assim, são elas: a goma xantana e a goma guar, sendo as mais utilizadas porque evitam que a massa fique dura e com farelos.

Tipos de farinha sem glúten

No mercado, você consegue encontrar vários tipos de farinha sem glúten,. Elas podem ser classificadas em:

  • Farinha integral: essas farinhas podem ser de arroz, coco, sorgo, trigo sarraceno, chia, linhaça, milho e de aveia (sem glúten).
  • Amidos: são polvilhos doce e azedo, de milho, fécula de batata e araruta.
  • Farinha de oleaginosas e sementes: amêndoa, castanha-do-Pará, amaranto e gergelim.
  • Outras farinhas: farinha de grão-de-bico, farinha de berinjela, farinha de banana verde, farinha de beterraba, farinha de soja e psyllium.

Mas além das farinhas sem glúten, é importante usar gomas para dar elasticidade à massa. A sugestão é o uso da goma xantana e a goma guar. 

Elas são as mais utilizadas para substituir o papel do glúten, evitam que a massa fique com farelos. 

Principais propriedades 

E a farinha sem glúten apresenta propriedades importantes para a sua dieta. Veja as principais, presentes nas farinhas disponíveis no mercado. 

Farinha de aveia

É a farinha mais fácil de encontrar no mercado. Ela tem fibra solúvel, capaz de reter água, formando um gel e consequentemente aumentando a saciedade. Também ajuda a captar o colesterol no sangue.

Farinha de Amaranto

Rica  em proteínas, é derivada das sementes do amaranto e possui sabor agradável, podendo ser um bom acréscimo às suas receitas. 

Farinha de Arroz

Com sabor suave, a farinha de arroz combina em várias receitas. Além disso, sua textura leve é ótima para a receita bolos e outros alimentos delicados. 

Farinha de Soja

Também é uma forte fonte de proteínas e pode ser utilizada para substituir uma porção da farinha em receitas. Mas um alerta: a soja pode causar alergia em algumas pessoas.

Farinha de Tapioca

U farinha leve e amilácea, a tapioca proporciona uma textura superior às receitas. É frequentemente usada junto com outras farinhas, como a grande maioria.

Farinha de Coco

Feita a partir da polpa seca do coco, esta farinha tem poucos carboidratos e muitas fibras, que é excelente em dietas low carb. Absorve umidade, portanto a sugestão é utilizar em receitas que tenham a mesma proporção de líquido e farinha.

Farinha de Milho

A farinha de milho é mais grossa, e não é adequada para a confecção de bolos,. Mas pode ser usada para panquecas e claro para o pão de milho.

Portanto, as opções de farinha sem glúten são variadas e benéficas para você alcançar bons resultados em sua dieta. 

É realizada com o grão que leva o mesmo nome. Rica em nutrientes, de sabor leve, e pode ser usada para receitas doces ou salgadas; por criar uma casca delicada, é ideal para receitas de tortas doces de ou pães rápidos.

Farinhas de Castanhas

Transforme-a em um pó fino, qualquer castanha da sua preferência. Substitui a farinha na mesma proporção pela densidade que possui. Riquíssimas em proteína – elas são usadas mais recentemente para substituir uma parte da farinha nas receitas, pelo alto custo. Convém lembrar que esta farinha rancifica facilmente, portanto armazene em local fresco e potes hermeticamente fechados.

Amido de Batata

Farinha muito acessível, feita de batatas, conferindo um pó branco. Muito utilizada para bolos e receitas mais leves.

Farinha de Batata

A farinha de batata é bem diferente do amido da batata, pois é uma farinha espessa e densa, usada para receitas de pães, mas não é utilizada para bolos delicados.

Farinha de Quinoa

Esta farinha é amarga. Procure por farinha de quinoa “desamargada”.  Sem glúten é ideal para biscoitos e panquecas.

Farinha de Sorgo

É suave e confere um sabor adocicado, mas não é pode ser utilizada sozinha e sim associada aos outros tipos de farinha

 

Deixe uma resposta

Propriedades-da-farinha-sem-glúten

Deixe uma resposta